Como lidar com alunos rápidos

Como lidar com alunos rápidos

Já aconteceu de você acabar de passar o exercício para os seus alunos e você já ouve: “professor, já acabei!”.
Acontece isso muito com você?

Comigo acontece!

Posso te dizer que isso já aconteceu várias vezes também com as professoras quando me deram aula.

Quando você ouve isso, o que você faz?

Você olha o exercício pra ver se está ok, fala que tá bom e libera o aluno para ficar a toa enquanto os outros estão terminando o exercício? É o momento que o aluno vai sair da sala para usar o telefone, fazer um lanche.

Ou você oferece algum desafio extra, algum desafio adicional para esse aluno?

Geralmente, os professores se preocupam muito com os estudantes que tem um ritmo mais lento, ou que tem um resultado insatisfatório.

Para esses alunos, por vezes fazemos exercício de reforço, pensar outras formas que podemos tentar explicar o conteúdo.

Mas, assim como temos alunos com o desenvolvimento um pouco mais lento, também é comum ter alunos que têm um desenvolvimento mais rápido.

E esse aluno que tem o desenvolvimento mais rápido também demanda atenção.

Se você deixar esses alunos só no exercício mediano, corre um sério risco de deixar esses alunos entediados, eles vão acabar achando que os exercícios são fáceis, que não oferecem desafio adequado. Pode ainda correr um sério risco de acabar limitando o aprendizado dos alunos que poderia evoluir muito mais e cabe ao professor ajudar o aluno nessa evolução.

O que eu faço?

Sempre que vou passar uma atividade, sempre tenho um exercício que tem um desafio a mais, um exercício que instiga um pouco mais na minha bolsa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.